Home Alimentação Saudável Dietas Para Emagrecer Dieta do Jejum Intermitente – Benefícios e Vantagens

Dieta do Jejum Intermitente – Benefícios e Vantagens

A Dieta do Jejum Intermitente tem se tornado uma prática muito usada para emagrecimento rápido. Você já tentou fazer? Muita gente tem tentado esta maneira polêmica de perder peso.

Aqui falamos sobre este jejum. Continue lendo e entenda o que é. Saiba que reações provoca em nosso corpo. Descubra os benefícios, as desvantagens e as prováveis consequências que podem ocorrer.

 

Dieta do Jejum Intermitente

Jejum Intermitente, o Que é Isso Afinal?

O nome já explica tudo. Trata-se de um estilo ou padrão alimentar que consiste em realizar uma alimentação que intercala períodos de ingestão de alimentos e jejum.

A ideia, provavelmente, teve sua origem no modo de vida de nossos ancestrais. O homem primitivo não tinha períodos regulares para alimentar-se, sendo comum a escassez.

O alimento precisava ser caçado ou pescado, pois a comida não era disponível como hoje. Nem sempre se conseguia ficar de barriga cheia nos difíceis tempos primitivos e o homem era duramente submetido a jejuns, que podia durar dias.

Diferente de hoje, nosso corpo estava adaptado a estas condições. Atualmente vivemos comodamente, à mercê das delícias, à nossa disposição a qualquer momento nas prateleiras dos mercados e em nossas geladeiras.

Toda esta facilidade trouxe diversas consequências, pois esta opulência alimentar é, muitas vezes, causadora de problemas como a Obesidade, as ocorrências cardiovasculares, a Diabetes, Síndrome metabólica, entre outras doenças.

A conclusão de muitos estudiosos é que o corpo humano ainda não adaptou-se completamente a toda esta fartura, estando melhor comendo menos. Segundo pesquisas como as publicadas em https://goo.gl/K9PlMH e https://goo.gl/sDGA5N, o jejum intermitente pode contribuir para alguns aspectos da preservação da saúde.

Jejum Intermitente: Benefícios e Desvantagens

Muito se procura a solução para a perda de peso e por isto o jejum intermitente, mais novo protagonista da questão, ganhou as rede sociais, está nas bocas e anda sendo testado por muitos.

Uma das questões mais discutidas trata dos benefícios e desvantagens. Estes têm sido alvo de estudos frequentes. Vejamos, portanto como esta prática de emagrecimento afeta nosso corpo e como pode ou não nos ajudar.

Quais são os benefícios?

Previne contra a resistência à insulina

Nosso corpo, o peso e nossa saúde dependem também dos níveis insulínicos no sangue. Quando a taxa de insulina permanece alta e sua presença é constante no sangue, armazenamos mais gorduras e não queimamos calorias.

Com o tempo, isto nos leva ao sobrepeso, à obesidade e à Diabetes II. O Jejum intermitente é capaz de baixar os níveis de insulina em até 20% a 31%, nos defendendo.

  • Reduz nossa exposição às inflamações.
  • Diminui os fatores de risco que levam à doenças cardíacas.
  • Emagrece

Estas vantagens são conclusões de pesquisas de cunho simples. Muitas ainda em estágio inicial e sem evidências clinicas suficientes para comprovar a ação em humanos. (https://goo.gl/xvkHWF)

Jejum Intermitente emagrece de verdade, mas nem tudo são flores

Dieta do Jejum Intermitente

 

Há algumas controvérsias quanto a fala de que o jejum intermitente apenas faz bem. O que se pode dizer com certeza é que ele realmente emagrece, porém há opiniões diversas no que diz respeito à preservação da saúde e manutenção do corpo magro.

Como qualquer outra dieta severa, esta forma de emagrecimento nem sempre pode ser mantida por muito tempo. Por isso, a pessoa precisa cuidar-se muito bem após parar a dieta.

Como você não conseguirá permanecer nesta dieta para sempre, o ideal é o controle do peso através de uma reeducação alimentar. Caso contrário, podem ocorrer o efeito sanfona e a compulsão alimentar. Estes levam a engordar mais quilos do que se perdeu.

Outra desvantagem é a perda de massa muscular que fatalmente acontece quando se passa por dietas muito radicais. Perdemos gordura, mas há uma forte tendência à perda de água e massa magra. Esta última queima mais rápido do que nossa reserva de gordura.

Uma outra advertência é feita para o sexo feminino. Existem evidências de problemas nas taxas de glicose em mulheres submetidas a esta prática. Por isto, é aconselhável, que as mulheres que queiram experimentar, sejam acompanhadas por seu médico ou nutricionista.

Muita gente acha que para fazer esta dieta, basta deixar de comer. Mas, não é bem assim. Existem várias versões do jejum intermitente. Observe abaixo quais são os tipos mais comuns.

Várias formas de fazer. Escolha qual é a sua.

Estas maneiras de pôr em prática o jejum são denominadas de métodos ou protocolos do Jejum Intermitente. São divididos em períodos denominados: janela de alimentação e jejum. São vários veja como fazer:

Método 16/8 ou 14/10

Nesta versão é oferecida:

Para homens: uma janela de alimentação de 16 horas (período que se pode comer) e um período de 8 horas para o jejum.

Para mulheres uma janela de alimentação de 10 horas e um período de 14 horas de jejum.

No decorrer da janela de alimentação devem ser feitas todas as refeições do dia. Bons exemplos de horários são:

  • 12 horas até as 20 horas ou de 13 horas às 21 horas. (Para homens)

Uma recomendação é adiantar seu jantar e só comer no dia seguinte. Pule o café-da-manhã e volte a alimentar-se por volta de meio-dia ou 13 horas.

  • Para as mulheres, um modelo de horário é alimentar-se de 8 horas até as 18 horas. Voltando a comer somente no dia seguinte, novamente as 8 da manhã.

Um exemplo:

08:00 – desjejum

13:00 – Almoço

18:00 –  Jantar

Método Eat-Stop-Eat – do inglês Coma-Pare-Coma

Neste protocolo os jejuns recomendados são de 24 horas. No máximo 2 vezes semanalmente. E válido tanto para homens quanto para mulheres. Veja no infográfico abaixo um exemplo de como proceder:

 

Dieta do Jejum Intermitente

 

JEJUM 24 HORAS – 2 x POR SEMANA

A sugestão para este protocolo é jantar no Domingo as 18h ou 19 horas e não consumir nada até o dia seguinte, neste mesmo horário. Com exceção de líquidos. A questão que surge neste método é o fato de muita gente não conseguir ficar tanto tempo sem comer. Afinal, são 24 horas sem nada sólido. Na segunda e na quinta só é permitido ingerir líquidos não calóricos.

Método 5 / 2

Neste método você poderá comer por 5 dias e nos outros dois dias restringirá o consumo alimentar. Neste caso, os homens devem ingerir apenas 500 Kcal no decorrer dos dias de jejum. Enquanto, as mulheres irão ingerir 600 Kcal.

Sendo assim, você pode por exemplo comer normalmente, porém sem exageros, no domingo, terça, quarta, sexta e sábado. E na terça e na quinta você fará refeições que não ultrapassem o total de 500-600 calorias.

Este protocolo também apresenta algumas controvérsias. Alguns estudiosos do assunto alegam que comer 500-600 calorias não é estar em jejum. Além disso, esta versão ainda não tem comprovada sua eficácia.

Algumas recomendações

O jejum intermitente é um tipo de dieta bastante restritiva, mas faz emagrecer de verdade, em um curto período de tempo. No entanto, devido a sua severidade é preciso estar alerta quanto a saúde.

Outro aspecto que não pode deixar de ser considerado é quanto à determinadas recomendações, que precisam ser seguidas seriamente para que o emagrecimento aconteça. Sendo assim esteja atento.

Veja o que você não pode deixar de fazer:

Hidratar-se

Dieta do Jejum Intermitente

Durante toda a dieta beba muita água. Abuse de termogênicos benéficos como o chá verde e o chá de hibisco.  Nos dias de jejum você não pode comer nada sólido, mas precisa tomar muito liquido, para não desidratar-se. São permitidas todas as bebidas não calóricas, água, chás, café, sucos naturais.

Na janela de alimentação, coma normalmente

Janela de alimentação são os dias em que você está livre do jejum. Mas, não se empolgue, nestes dias você deve alimentar-se com moderação. Os alimentos devem ser hipocalóricos e não se exceda na porção.

Alimentos saudáveis

Nos dias ou horários de alimentar-se, escolha uma alimentação nutritiva e balanceada. Se você se encher de batata frita, bolos e refrigerante, seu esforço terá sido em vão…

Exercícios físicos em jejum

Tem muita gente que malha com fome, mas saiba que a atividade física em jejum é desaconselhada. O ideal é que você busque um profissional para te orientar.

 

A dieta do Jejum Intermitente é uma maneira de perder aquelas gordurinhas indesejadas. Serve para colocar tudo no lugar. Mas, não é uma dieta que possa ser seguida para sempre.

Chegando ao peso desejado, pare o regime e inicie uma reeducação alimentar, acompanhada de exercícios físicos. Isto manterá seu corpo sarado e livre do efeito rebote ou sanfona.

Quer experimentar a dieta do Jejum Intermitente? Agora você já está por dentro de muita coisa sobre ela. Deixe seu comentário aqui nos contando o que achou.

 

 

Referências:

http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2016/09/jejum-intermitente-bem-estar-explica-dieta-que-emagrece-rapidamente.html

http://ibimapublishing.com/articles/ENDO/2014/459119/

http://www.translationalres.com/article/S1931-5244(14)00200-X/abstract?cc=y=

https://emagrecendo.info/emagrecer-de-vez/jejum-intermitente/

http://www.dicasnutricao.com.br/fazer-jejum-intermitente/

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here