Exercícios Para Emagrecer

Efeito Platô – Evite Com Exercícios

Efeito Platô
Efeito Platô

 

Certamente você já ouviu falar do efeito platô. Pois bem,  para evitá-lo concentre-se na consistência e na variabilidade em seus Exercícios. Um fato bastante importante é que você deve alterar as “variáveis” de treinamento que compõem os seus treinos, se você deseja obter continuamente bons resultados, seja perder peso, construção muscular, ou tonificação – Essas serão as variáveis de exercícios para evitar o efeito platô, que nos impede de atingir os objetivos.

Apesar de que alterar as variáveis de treinamento é parte integrante do sucesso de seu programa de treinamento, seus exercícios não devem ser drasticamente diferentes a cada momento. Se você altera toda vez seus exercícios e nunca tenta repetir e melhorar os exercícios específicos com repetições e séries além dos períodos de intervalo, o seu corpo não tem base para melhorar a sua condição atual.

 

Evite o Efeito Platô Com Exercícios Variáveis e Consistentes

Efeito Platô 

A melhor maneira de estruturar seus treinos para obter os melhores resultados e evitar o efeito platô, é ser consistente e tentar melhorar continuamente um método de treinamento específico por um período de tempo específico. Um período de tempo de 4-8 semanas geralmente funciona melhor, pois o seu corpo vai se adaptar ao método de treinamento específico e o progresso será lento após este período de tempo.

Efeito Platô

Neste ponto, é hora de mudar algumas das suas variáveis de treinamento, em seguida, ficar consistente com o seu novo programa de treinamento por mais 4-8 semanas. Algumas destas variáveis são:

  • Número de séries e repetições de exercícios
  • Ordem dos exercícios (sequência)
  • Agrupamento de exercícios (super treino, treinamento em circuito, séries triplas, etc.)
  • Tipo de exercício (multi articular, mono articular, sem peso, em máquina, etc.)
  • Número de exercícios por treino
  • A quantidade de resistência
  • Tempo sob tensão durante cada exercício
  • Base da estabilidade (em pé, sentado, na bola da estabilidade, de uma perna só, etc.)
  • Volume de trabalho (séries x repetições x distância percorrida)
  • Períodos de descanso entre as séries
  • Velocidade de repetição
  • Amplitude de movimento
  • Ângulo dos exercícios (inclinado, plano, ângulo menor, curvado, de pé, etc.)
  • Duração do treinamento
  • Frequência de treinamento por semana

Por exemplo, digamos que você está treinando com um programa em que você está fazendo 10 séries de 3 repetições de 6 exercícios diferentes agrupados em pares (feito como super séries) com 30 segundos de descanso entre cada super série e sem descanso entre os dois exercícios dentro da super série. Se você é esperto, tenho certeza que você está acompanhando o seu progresso com um bloco de notas (pesos utilizados, séries e repetições) para ver como você está progredindo ao longo do tempo. Vamos dizer que, depois de cerca de 6 semanas, você acha que você não está mais progredindo com esse programa.

Bem, agora é hora de mudar a suas variáveis, e começar um novo programa.

Desta vez você escolhe um clássico 5 séries de 5 repetições de rotina, mas você agrupa seus exercícios conjuntos em tri (três exercícios realizados de costas para trás, e depois repetido para o número de conjuntos). Desta vez, você decide realizar os exercícios tri sem descanso entre eles, e, em seguida, recuperar por 2 minutos entre cada série tri para recuperar totalmente seus níveis de força.

Essa mudança fará com que você supere o efeito platô e tenha um ganho incrível nos resultados de seus treinamentos, e é por essa razão que no meu livro eu crio diferentes tipos de treinamentos que trabalha as mais diferentes variáveis de treino, mantendo você progredindo sempre.

 

Efeito Platô

 

Se você quiser exemplo de como incorporar tanto consistência e variabilidade em seus programas de treinamento para maximizar seus resultados, adquira agora O Programa Q48, e experimente os diferentes programas de treinamento com resultados já comprovados.

 

Adicionar comentário

Clique aqui para enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pesquise no Site

Assine nossa Newsletter
Coloque seu endereço de email: